NR-26

NR-26 Medicina do Trabalho Sorocaba



NR-26 Medicina do Trabalho Sorocaba



NR-26 Medicina do Trabalho Sorocaba



NR-26 Medicina do Trabalho Sorocaba



NR-26 - bom retiro


  Entre em contato via WhatsApp   Entre em contato via WhatsApp bom retiro

A NR-26 caracteriza a cor na segurança do trabalho.

E para tal estas devem ser adotadas em estabelecimentos ou locais de trabalho, a fim de indicar e advertir acerca dos riscos existentes.

Atendimento das cores conforme a NR-26

As cores utilizadas nos locais de trabalho:

  • Identificar os equipamentos de segurança;
  • Delimitar áreas;
  • Identificar tubulações empregadas para a condução de líquidos e gases e advertir contra riscos;
  • Devem atender ao disposto nas normas técnicas oficiais.

A utilização de cores não dispensa o emprego de outras formas de prevenção de acidentes.

O uso de cores deve ser o mais reduzido possível, a fim de não ocasionar distração, confusão e fadiga ao trabalhador.

Classificação do produto químico segundo a NR-26

O produto químico utilizado no local de trabalho deve ser classificado quanto aos perigos para a segurança e a saúde dos trabalhadores.

De acordo com os critérios estabelecidos pelo Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS), da Organização das Nações Unidas.

Os aspectos relativos à classificação devem atender ao disposto em norma técnica oficial vigente.

NR-26 e a rotulagem preventiva

A rotulagem preventiva do produto químico classificado como perigoso a segurança e saúde dos trabalhadores deve utilizar procedimentos definidos pela GHS.

A rotulagem preventiva é um conjunto de elementos com informações escritas, impressas ou gráficas.

E estas relativas a um produto químico, que deve ser afixada, impressa ou anexada à embalagem que contém o produto.

A rotulagem preventiva deve conter os seguintes elementos:

  • Identificação e composição do produto químico;
  • Pictograma(s) de perigo;
  • Palavra de advertência;
  • Frase(s) de perigo;
  • Frase(s) de precaução;
  • Informações suplementares.

O produto químico não classificado como perigoso a segurança e saúde dos trabalhadores conforme o GHS deve dispor de rotulagem preventiva simplificada.

E esta deve conter no mínimo, a indicação do nome, a informação de que se trata de produto não classificado como perigoso e recomendações de precaução.

Ficha com dados de segurança do produto químico indicados na NR-26

O fabricante ou, no caso de importação, o fornecedor no mercado nacional deve elaborar e tornar disponível ficha com dados de segurança do produto químico.

O formato e conteúdo da ficha com dados de segurança do produto químico devem seguir o estabelecido pelo GHS.

No caso de mistura deve ser explicitado na ficha com dados de segurança o nome e a concentração, ou faixa de concentração.

Isso para substâncias que representam perigo para a saúde dos trabalhadores.

Deve ser observado de acordo com o GHS à classe/categoria de perigo

E também possuam limite de exposição ocupacional estabelecidos.

O empregador deve assegurar o acesso dos trabalhadores às fichas de segurança dos produtos  que utilizam no local de trabalho.

Treinamento conforme a NR-26

Os trabalhadores devem receber treinamento:

  • Para compreender a rotulagem preventiva e a ficha com dados de segurança do produto químico;
  • Sobre os perigos, riscos, medidas preventivas para o uso seguro e procedimentos para atuação em situações de emergência com o produto químico.

Outros treinamentos relacionados à NR-26 com carga horária não específica

  • Rotulagem preventiva/fispq/ emergência com o produto químico;
  • Treinamento específico em relação às operações com produtos perigosos;
  • Cursos/treinamentos e campanhas de prevenção(SIPAT).



Mais Informações








Compartilhar:

Veja como é fácil chegar aqui

Estamos na Rua Cônego Januário Barbosa, 336, rua paralela ao Hospital Regional, em frente ao APAS.

VEM COM WAZE? VEJA A ROTA GOOGLE MAPS? CLIQUE AQUI!